Os 9 segredos do render realista

Entenda esses 9 conceitos e torne-se um artista 3D profissional, capaz de criar imagem que impressionam e emocionam.





Trabalhar com renderização ou arte digital tem se tornado um desafio, e mesmo com o advento das inteligências artificiais ficou claro que a mão humana e a intenção humana ainda são os fatores mais cruciais para entregar uma obra de arte que toca forte na emoção. Agora nos vamos discutir 9 fatores que separam os artistas amadores que criam obras medíocres dos artistas profissionais que criam trabalhos invejáveis. E com essas dicas você estará mais perto de se tornar um artista de alto nível e desejado pelo mercado.



Referências



Exemplo de refencias ao lado do projeto final do Donut (artista original: Andrew Price aka. Blender Guru). Neste exemplo mostra-se várias imagens de donuts que podem ser usadas para guiar o artista no processo de reproduzir esse objeto em 3D.


O maior erro de todo artista 3D é trabalhar acreditando que vai alcançar um bom resultado só tirando ideias de sua mente. A mente humana é um misturador de informações. Se você tiver pouca informação em sua mente, logo, seu trabalho de arte ficará pobre.


Eu sempre digo, não é pra fazer memória-realista. É fotorrealismo! Por isso trabalhamos sempre coletando referências de FOTOS para pegar inspiração e gerar novas ideias. Coletando referências é muito comum fazer com que o artista tenha novas ideias que transformam completamente seu conceito original em algo muito mais rico e profissional.


Essa dica é válida também para trabalhos estilizados e não-realistas. Coletar referências tanto de fotos quanto de possíveis estilos irá garantir que o artista terá mais riqueza de ideias para compor o seu trabalho.



Composição


Exemplos de tipos de composições, demonstrando como organizar objetos na cena de maneira coesa e interessante. Fonte: https://www.muddycolors.com/2021/04/15-types-of-composition/


Composição é o ato de organizar a sua cena de maneira que os olhos do espectador não sejam guiados a olhar aquilo que você quer apresentar. Ao criar suas composições você cria hierarquia de importância. Uma boa composição é como um texto bem escrito, onde a pontuação correta do texto faz a mensagem ficar fácil de entender. Uma composição ruim é como um texto sem vírgulas. É difícil e frustrante de entender.


Existem várias regras de composição como o Golden Ratio ou a regra dos terços. Mas independente de qual regra de composição você for usar, o mais importante sempre é criar uma imagem que seja clara e objetiva, que garanta que o espectador vai entender e olhar exatamente para aquilo que você quer mostrar em sua cena.



Ângulos de Câmera realistas


"O artista 3D é um fotógrafo virtual"


Ao posicionar sua câmera na cena 3D você não pode colocá-la de qualquer jeito. Você deve posicionar sua câmera como se fosse um fotógrafo profissional. Isso quer dizer que você precisa conhecer o básico sobre teoria da fotografia e usar as suas referências aqui para ver quais ângulos se encaixam melhor em sua cena.


Uma câmera mal posicionada, torta, alta demais ou baixa demais fará sua imagem ficar amadora e desinteressante. Renderize como um fotografo profissional!


Enquanto que uma câmera bem posicionada irá fazer sua imagem parecer cinematográfica, bela, agradável. Use suas referências para escolher ângulos fotográficos agradáveis.


Iluminação



A iluminação tem um objeto simples de falar, mas complexo de alcançar: Definir a EMOÇÃO que a cena terá como um todo.


Uma cena clara, com bastante luz do sol, dá uma sensação quente, calorosa, aconchegante e convidativa. Uma cena escura com uma luz fraca entrando por uma janela entre aberta pode dar a sensação de mistério ou medo.


Por isso o uso da luz tem que ser feito não apenas para iluminar, mas para COMUNICAR EMOCIONALMENTE a mensagem que você quer passar.


Compare a iluminação do filme do Batman, onde as luzes são usadas de maneira simples, onde tudo é escuro e o uso de lâmpadas é totalmente proposital para criar o “clima” de filme do Batman. Isso sim é uso inteligente de luz. Por outro lado, outro diretor de fotografia fará algo completamente diferente com a luz em um programa de TV como friends, onde o objetivo é ter algo muito mais convidativo e casual.


Paleta de cores



A paleta de cores é essencial para criar equilíbrio e uma sensação de unidade na cena. As cores precisam combinar entre si para que tudo pareça fazer parte do mesmo ambiente e criar a sensação de unidade em sua cena.


Cores organizadas irão criar sensações específicas que farão seu espectador sentir exatamente o que VOCÊ QUER QUE ELE SINTA. Lembre-se, arte é comunicar emoção sem falar nenhuma palavra. Cores quentes terão efeitos diferentes de cores frias, esquema de cores complementares terão um efeito emocional diferente de um esquema de cores análogas. Tudo depende da mensagem que você quer passar.


O sofisticado e moderno exigirá cores diferentes do clássico ou rústico.



Materiais realistas


Materiais de alta qualidade gratuitos disponibilizados pelo site ambientCG.


Não adianta ter uma cena toda bem iluminada e com boas cores se seus materiais são feitos de texturas de baixa resolução e repetitivas tiradas do Google imagens. Você precisa de texturas de alta qualidade, com resolução adequada, e texturas seamless (texturas sem bordas aparentes).


Essas texturas podem ser encontradas gratuitamente na internet em sites como Ambiente CG ou no aplicativo da Quixel Bridge. Mas você também pode achar essas texturas em sites como Poliigon ou Evermotion os quais têm a qualidade ainda melhor que sites gratuitos.



Blocos realistas bem posicionados


Assets realistas disponibilizados por 3DShaker: https://www.3dshaker.com/beds


Assets bem modelados, com textura realista e resolução adequada para sua cena são obrigatórios. Mas esses blocos realistas não podem ser baixados e jogados de qualquer jeito em sua cena. Eles precisam ter um propósito claro!

Você está fazendo um render para apresentar algo para alguém, não um depósito onde você joga qualquer coisa que você acha bonito. Por isso os blocos devem ser realistas e bem colocados na cena para que: 1. encaixem bem em sua composição; 2.faça o expectador SE IMAGINAR usando aquela cena.



Story Telling



Uma cena que fiz onde tive muito sucesso foi a cena “CGI - Romance on the bathroom” onde eu adicionei detalhes de gotas de água e vidro embaçado no espelho, pétalas de rosas e um vapor de água saindo da banheira.


O embaçado, gotículas de vapor imediatamente EVOCARAM a sensação de se estar dentro de um banheiro quentinho. Isso IMEDIATAMENTE causou uma resposta emocional no meu expectador. As pétalas de rosas foram a cereja no bolo, por que com elas toda aquela sensação de calor e de banho quente foram complementadas pela ideia de romance, de curtir aquele banheiro com alguém, deu um clima romântico sem nem ao menos mostrar uma pele humana. Só a ideia de usar aquele banheiro com alguém já fazia a mente do meu expectador borbulhar com suas próprias fantasias.



Projeto completo: https://www.behance.net/gallery/114526543/CGI-Romance-on-the-bathroom


Isso é STORYTELLING. É colocar elementos na cena que evocam sensações, empilhar esses elementos de maneira que crie uma narrativa emocional e permitir que, com uma mera imagem, o espectador viaje em seu render, deixando sua imaginação fluir e se imaginando dentro daquele projeto.


Isso é o elemento que separa o render medíocre do render FEROZ. você não vê o render, você o SENTE.


Pós-produção


Exemplo de um projeto sendo pós-produzido no Photoshop. Várias camadas de edição são adicionadas para deixar a imagem ainda mais agradável.

O toque final precisa ser a pós-produção, que é o ato de deixar sua imagem mais bonita e bem finalizada usando Photoshop ou o compositor do Blender. Em outros renderizadores você pode usar o frame buffer que já vem com várias opções de pós-produção.


é onde você adiciona “defeitos” na sua cena também. Coloca coisas como vinheta (escurecer as bordas, dando a sensação de que é a sombra da casca da lente da câmera), distorção de lente, aberração cromática, um pouquinho de sujeira de lente, Glare ou Flare, coisas que somente lentes do mundo real podem causar.


Essas imperfeições dão personalidade a sua cena. Você pode perceber bastante o uso disso em filmes, onde eles usam lentes anamórficas para ter um efeito bokeh mais esticado, ou um flare que vai da esquerda pra direita.


Muitos diretores de fotografia em filmes usam isso para dar suas assinaturas pessoais a seus trabalhos, e fica claro quem fez aquele filme só pela estética visual que essas "imperfeições" dão.


Conclusão


O processo para criar um render realista de alta qualidade é simples. Porém exige conhecimento e prática. Por isso criamos o curso de Blender para Arquitetura, que ensina passo a passo como criar renderizações fotorrealistas no Blender para o mercado de visualização arquitetônica e cenários para vfx e jogos.


Clique agora neste link e conheça o curso: Blender para Arquitetura - Curso Completo



0 comentário